ENTREVISTA DO BEM: com Viviani Medeiros

Olá pessoal do bem! Como estão?

 

Chegou o tempo de compartilhar com vocês mais uma entrevista, já que este também é um dos objetivos do blog, conhecer pessoas especiais por seus trabalhos voluntários, pois elas já sabem quais são seus propósitos de vida.

 

E uma destas pessoas é a minha querida amiga Viviani Medeiros. Ela carinhosamente aceitou o meu convite e compartilhará conosco sua entrevista.

 

Por intermédio da entrevista poderemos conhecer um pouquinho melhor o trabalho que ela realiza com tanto empenho e dedicação.

 

Viviani (Vivi), tem 42 anos, formada em Administração de Empresas, é de São Paulo, e trabalha como voluntária desde seus 18 anos. Já tem uma vasta experiência, então vamos conhece-la?

 

Blog: Com qual público você gosta de trabalhar?

Vivi: Eu já trabalhei em abrigos com crianças carentes, comunidades de evangelização com adultos, jovens e crianças e por último com animais. Idosos e moradores de rua já fizeram parte das ações que participei. Acho que tenho facilidade com todos os públicos, mas a minha maior estada foi no voluntariado com animais.

Blog: Porque?

Vivi: O projeto com os animais eu fui além, virou um legado na minha vida, uma bandeira que levanto todos os dias. Em atitudes de conscientização e defesa que vai muito além do trabalho físico. Além de aprender muito com os animais, porque acredito que são serem evoluídos e vieram ao mundo para nos ensinar.

Blog: Que tipo de trabalho voluntário você realiza?

Vivi: O projeto que participei por 6 anos ininterruptos se chama cãominhada. Para saber mais sobre o projeto acesse: https://caominhadaccz.com/

Além de caminhar com os animais, alguns trabalhos especiais são direcionados aos que tem mais dom, como é o meu caso. Exemplos: 1) um animal traumatizado que não aceita contato com humano, seja medroso ao extremo ou agressivo. 2) animais muito doentes que precisam só carinho, não aguentam mais caminhar ou precisam de ajuda para isso. 3) e os super agitados que querem energia e disciplina.

Blog: Como começou o envolvimento com as ações voluntárias?

Vivi: A vida para mim só tem sentido quando pudermos fazer algo por alguém.

Blog: Tem alguém que lhe inspira ou inspirou a ser voluntária/o? Quem?

Vivi: Não, eu fui sozinha por uma sensação que tinha que faltava algo em minha vida.

Blog: Você já participou de alguma capacitação específica para voluntários?

Vivi: Sim

Blog: Onde costuma a realizar seus trabalhos voluntários?

Vivi: Atualmente devido a minha mudança de SP, só exerço o voluntariado através do meu blog.

Em São Paulo eu trabalhar como voluntária com cães, mas aparecia todo tipo de animal, como cavalos, gados, galos, bodes, porcos e etc.. e também voluntariava com eles, após finalizar o trabalho com os cães. Tive a experiência ao longo deste 6 anos de “amansar”, um bode, um boi e alguns cavalos que comiam na minha mãe e “me chamavam”.

Blog: Que dia(s) e horário(s) você realiza ação voluntária?

Vivi: Segunda-feira e Domingo

Blog: Porque você realiza trabalho voluntário?

Vivi: Porque me completa.

Blog: Como você se sente trabalhando voluntariamente?

Vivi: Útil, viva e motivada.

Blog: Mudou alguma coisa em sua carreira profissional depois de ser voluntária?

Vivi: Não.

Blog: Como você se sente após o trabalho voluntário?

Vivi: No canil exausta…kkkk

Blog: Qual foi o trabalho que mais lhe marcou? Por que?

Vivi: Uma pastora alemã gigante que era depressiva além de ter algumas dores que a impediam de andar… Fiz um trabalho por diversos domingos com ela até que um dia ela andou comigo. Ela andando e eu chorando muito de emoção pelo dom que Deus me deu!!! Ninguém acreditava, foi sensacional!!! E assim começou a minha “fama” por lá, qualquer dificuldade, dá para a Viviani…kkk

Blog: Você já pensou em desistir ou dar um tempo nos trabalhos voluntário? Por que?

Vivi: Nunca. Já busco oportunidade em Ribeirão Preto!!

Blog: Como você se sentiria se parasse de atuar como voluntária? Se parou, qual foi o seu sentimento após está pausa?

Vivi: Já parei e demorei a perceber o motivo do vazio que voltava, espero não esquecer jamais!!

Aqui tem um depoimento meu: https://caominhadaccz.com/2012/07/09/depoimento-6/

Blog: Você acredita que com seu trabalho voluntário muda alguma coisa nas pessoas que você se relaciona?

Vivi: Acho que sim, a realidade nua e crua, faz com que cada vez mais sejamos humanos e pensarmos no próximo.

Blog: Sua família e amigos lhe apoia a ser voluntária/o?

Vivi: às vezes

Blog: Como você acha que as pessoas se sentem após seu trabalho voluntario?

Vivi: Se for com animais, exaustos!! kkk É muito puxado e cansativo, andamos dependendo da quantidade de voluntários até 8km puxando cães ou sendo arrastados…kkk

 

Vivi, quero agradecer por compartilhar tantos momentos inesquecíveis, tantas marcas. Ao ler sua entrevista me emocionei muitas vezes, pois sei quanto você é pessoa especial e empática. Estou honrada de contar com sua participação aqui no blog.

Um comentário rápido: Viviani, Flávia Tâmega, e eu iniciamos nossas conversas em almoços, reuniões internas e acabamos nos completando :), neste espírito de equipe, empatia, amor ao próximo, desenvolvemos juntas um programa de voluntariado empresarial para a empresa onde trabalhamos, e este foi um grande impacto na nossa amizade.

Mais uma vez, muito obrigada Vivi!

O que satisfaz o ser humano é o afeto!

 

Um abraço

Alessandra Lazarin

“Quando somos voluntários, nos tornamos mais humanos”

 

alessandralazarinramos

Trabalho desde 1995 como voluntária com adolescentes e jovens, ensinando que pelo comportamento e amor ao próximo podemos fazer a diferença que queremos para o nosso mundo!

3 comentários em “ENTREVISTA DO BEM: com Viviani Medeiros

  • 03/11/2017 em 17:49
    Permalink

    Ale quando eu cheguei nessa parte … ” Uma pastora alemã gigante que era depressiva além de ter algumas dores que a impediam de andar…” meu coração ficou acelerado, as lagrimas caíram de tanta saudade do meu cachorro que tive por 17 anos e era pastor alemão, o final dele foi bem difícil porém eu e ele nos entendiamos perfeitamente – VIVI você é incrível, espero um dia conhece-la!

    Resposta
    • 05/11/2017 em 16:35
      Permalink

      Olá Elaine… quando lidamos com seres humanos seja eles racionais ou irracionais, aprendemos os dois lados da moeda. Apenas não dá para acreditar que um animal é irracional aos nossos olhos… pois muitas vezes são mais racionais que qualquer outro ser humano. É um longo aprendizado!! Eles nos marcam com seu grande amor e que dura tão pouco ao nosso lado! Bjs e fique bem!

      Resposta

Que bom contar com sua parceria! Seja bem vindo!

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas