Um pouco de história do voluntariado. Que tal?

Olá, tudo bem pessoal do bem?

Vamos falar um pouco de história? É muito importante conhecer como tudo aconteceu e como estamos fazendo parte da linha do tempo desta história.

HISTÓRICO DO VOLUNTARIADO NO BRASIL

A evolução das ações voluntárias no país passa por quatro momentos bem definidos:

  • O nascimento formal do voluntariado teve origem no século XIX com o enfoque na benemerência, a partir da caridade das famílias mais abastadas em prol dos necessitados.
  • A partir do século XX, as instituições filantrópicas assistenciais passaram a ter a intervenção do poder público, com o desenvolvimento de políticas de assistência social, visando a solução total das questões sociais.

No entanto, esse modelo estimulou o individualismo, prejudicando as iniciativas voluntárias ou associativas.

  • A década de 60 propiciou irreversíveis transformações de comportamentos por meio de grupos de pessoas que lideraram a participação ativa nas questões sociais, e inúmeras organizações foram criadas, caracterizando uma atuação voluntária de ação social.

Surgiu, então, o Voluntariado Combativo, muitas vezes distante de seus ideais básicos, pela formação de movimentos desorientados e sem perspectiva de uma consolidação institucional.

  • Durante a década de 80, os Estados ajustaram seus orçamentos e diminuíram lentamente os financiamentos da assistência social, os quais foram transferidos para a iniciativa privada. A resposta foi o nascimento de um voluntariado que veio preencher os espaços deixados pelo Estado por meio da atuação de organizações sociais, fundações e empresas privadas.

Foi um voluntariado de muitas conquistas concretas e de inúmeras ações assistenciais, visando a redução dos problemas latentes. A década de 90 abre as portas para um novo modelo de voluntariado que supera o anterior e passa a considerar o voluntário como um cidadão, que, motivado por valores de participação e solidariedade, doa seu tempo, trabalho e talento de maneira espontânea e não remunerada em prol de causas de interesse social e comunitário.

 

A CAMINHO DE UMA NOVA CULTURA

O movimento Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e pela Vida, criado em março de 1993, constitui-se em fato de extrema relevância para revitalizar a consciência adormecida na sociedade brasileira.

Sua proposta foi deixar de esperar por ações estruturais que não estariam ao alcance do cidadão, estimular o gesto imediato para quem tem fome, partindo para ações emergenciais como um primeiro passo.

Muitas outras surgiram com a mesma proposta: fazer com que a sociedade tomasse iniciativas imediatas para resolver problemas e, ao mesmo tempo, pressionar o Estado a cumprir seu papel de formular políticas públicas.

Outro fato marcante na história do voluntariado no Brasil é a criação do Programa Voluntários do Conselho da Comunidade Solidária, em dezembro de 1996. O programa incentivou a constituição de uma rede nacional de Centros de Voluntariado.

Hoje, a rede conta com muitos centros, localizados nas principais cidades do país. São organizações autônomas, independentes financeira e administrativamente, buscando atender as necessidades da região onde estão inseridas.

Fonte: http://facaparte.org.br/historia/

 

O TRABALHO VOLUNTÁRIO

O voluntariado é uma oportunidade de exercício de cidadania e solidariedade. Todos ganham quando alguém se dispõe a fazer a diferença na vida de outras pessoas. Ganha quem recebe, seja um projeto, uma instituição social, pois tem seus recursos ampliados. Ganha a sociedade, que reconhece no cidadão o seu grande potencial transformador.

O voluntariado é uma atitude consciente, responsável, exige muito comprometimento e deve trazer a sensação de realização e alegria. O trabalho voluntário gera transformações. Cada voluntário escolhe onde e como participar dessas mudanças, na sociedade, na cidade, no mundo, por meio das ações sociais, em escolas, em grupos comunitários, ONGs, promovidas por empresas ou não.

O voluntário se sente útil, valorizado, reconhecido, percebendo a grande oportunidade de exercer sua cidadania, de ser solidário e de participar da construção de uma sociedade mais justa, inclusiva e melhor.

Quando você participa, tudo muda. Principalmente você!

Desejo a todos uma ótima semana. Espero que tenham gostado!

Um abraço

Alessandra Lazarin

www.voluntarioeu.com.br

alessandralazarinramos

Trabalho desde 1995 como voluntária com adolescentes e jovens, ensinando que pelo comportamento e amor ao próximo podemos fazer a diferença que queremos para o nosso mundo!

Um comentário em “Um pouco de história do voluntariado. Que tal?

Que bom contar com sua parceria! Seja bem vindo!

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas