Voluntariado também traz ganhos profissionais? Será?

Olá pessoal do bem! Muitos amigos me perguntam: Realizar trabalho voluntário também traz ganhos profissionais?

Conforme divulgado por algumas agências renomadas de RH, como a Catho, os esforços voluntários estão cada vez mais em evidência e em analise nos currículos profissionais.

Para uma construção mais sustentável por parte da empresa e por parte do colaborador, e em busca de trabalhar com os mesmos princípios e propósitos, as empresas estão preocupadas com a imagem que estão construindo e seus funcionários no legado que estão deixando.

Grandes empresas têm utilizado a “habilidade” voluntária como critério de seleção. Os colaboradores desenvolvem competências que exigem prática e bom senso, fazendo que que as empresas não precisem investir tanto em desenvolvimento de competências com treinamentos de longos dias. Pela ação voluntária as competências são construídas e vivenciadas.

Ao agir em prol do seu próximo, o voluntário desenvolve a consciência de que o retorno/investimento não precisa ser necessariamente financeiro. A importância está de como se faz seu trabalho, as entregas e os resultados obtidos que ocorrem por intermédio dela. Por isso grandes empresas têm investido em programas de voluntariado dentro de suas empresas ou através de consultorias especializadas.

A área de sustentabilidade ou de recursos humanos tem abordado este tema com afinco, com base do bem-estar socioambiental de seus colaboradores e familiares, como exemplo o Banco Santander, Telefonica, Itaipu Binacional, entre outras.

No Instituto de Ensino e Pesquisa, professores acreditam que este tipo de iniciativa leva o profissional a desenvolver valores como a proatividade e o trabalho em equipe, que é essencial especialmente para pessoas em início de carreira, pois tem pouca experiência e pode limitar a disputa por uma vaga.

Mais uma habilidade notada nos voluntários é que engajados em alcançar os objetivos, conseguem desenvolver sua criatividade com poucos recursos, uma das características na grande parte dos projetos de investimento social.

Deste modo, realizar ações voluntárias podem ser uma grande aliada para buscar novas portas no mercado de trabalho. O voluntariado propicia a formação profissional e desenvolve as habilidades pessoais, deste modo facilita a gestão do RH.

Para os colaboradores que já tem na sua bagagem profissional tantas competências desenvolvidas, ele tem a chance de atualizar seu repertório, sua visão de mundo, de relacionamento, quebrando alguns paradigmas construído ao longo da sua carreira, traz um benefício pessoal e para todos os envolvidos.

Temos a necessidade, como seres humanos, colaborar e ser produtivo. Nascemos para servir, conforme já comentei no post “Trabalho é diferente de Trabalho Voluntário? ”

Fonte: no site da Universia:

Como aproveitar o voluntariado no currículo:

> comece por uma área onde se sinta mais seguro e confortável. 

> Procure se envolver efetivamente com o trabalho e não fazer da prática apenas um elemento de promoção pessoal. Além do aprendizado ser mais efetivo, a paixão pelo que se faz é mais importante do que a mera informação no currículo.

> no entanto, não deixe de informar no currículo todos os trabalhos dos quais participou, as atividades desenvolvidas e o tempo dedicado a cada um deles.

> Comece cedo. A atuação com projetos sociais voluntários, além de contribuir com o processo de formação do indivíduo, pode auxiliar profissionais em início de carreira que não tem experiência.

“Todos nós precisamos de alguém que precise de nós”. Desejo uma ótima reflexão. Invista em você mesmo!

Alessandra Lazarin

alessandralazarinramos

Trabalho desde 1995 como voluntária com adolescentes e jovens, ensinando que pelo comportamento e amor ao próximo podemos fazer a diferença que queremos para o nosso mundo!

Que bom contar com sua parceria! Seja bem vindo!

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas